/
1 Comments
Santos Sempre Santos!!!

A convite do amigo Antonio Laranjeira do BLOG FUTEBOL O JOGO escrevi este texto totalmente parcial em homenagem ao Santos Futebol Clube para a coluna TIME DO CORAÇÃO e deixo aqui também o post.

Apaixonados por futebol ou não, não deixem de visitar o BLOG é o início de algo muito bom...



    










Mais do que lei ou parte do estatuto do clube, jogar bonito, praticar o futebol arte... Santos Futebol Clube essa é a sua sina... Sempre que fomos felizes, e ser feliz encantando nem sempre quer dizer terminar em título, aja vista o brasileirão de 95... Sempre que marcamos época, que elevamos, que tornamos evidente o orgulho de ser Santista, foi sempre com a máxima alegria, com a mágica do futebol no seu sentido mais puro, inteiramente conectado as origens de todos os moleques descalços que nas ruas já sonhavam com um momento de glória, com um gol de placa em uma grande decisão... Sonho? Não... Isso é realidade... Santos...SEMPRE Santos...


     Nenhum santista seria capaz de escrever o roteiro de Santos x Corinthians na final de 2002, sair da longa fila de títulos contra o arqui-rival com lances que até hoje são reprisados nos programas esportivos, após uma virada memorável? Nem o mais otimista ou sado masoquista dos torcedores escolheria uma decisão tão emocionante quanto foi aquela. E este mesmo “lunático” mesmo já vacinado com as emoções de 2002, com a luta contra tudo e todos de 2004 e porque não com o título suado de 2007 frente ao São Caetano, nem este, muito menos esse santista, roteirista hipotético de grandes sucessos de Hollywood escreveria uma tarde tão sofrida e tão feliz quanto essa do dia 02 de maio de 2010.

     Pensei, confesso, que seria fácil, depois das vitórias nos clássicos e de uma passagem incontestável sobre o forte São Paulo, junto a apresentações de gala e que pasmem tende ainda a melhorar (alguém dúvida?), que o confronto com o aguerrido Santo André seria resolvido no primeiro jogo. Com o susto da primeira partida e a correção dos fatos e preservação da vantagem através de pouco mais de 25 minutos de futebol arte, voltei a pensar: Aprendemos com o deslize do primeiro jogo da final, agora será para sacramentar o que já era quase certo...

     E bastaram 30 segundos para aniquilar qualquer “certeza” de qualquer um envolvido com futebol daquela tarde de domingo. E foram necessários mais do que 90 minutos para que soubéssemos quem seria o campeão paulista de 2010. Foi preciso muito mais que tempo, foi preciso sorte, coragem, foi preciso acreditar sempre, e não desistir nunca, foi preciso que heróis emergissem no campo de batalha, motins e sacrifícios... E foi preciso mais, por maiores que fossem os sacrifícios e todos eles seriam de bom grado aceitos, Foi preciso renunciar a sacrifícios que pareciam condições inegociáveis para a conquista. E foi preciso que Paulo Henrique Ganso estivesse do nosso lado e deixasse apenas de jogar e tornasse um lindo chapéu um malabarismo em uma manobra estratégica de campo de batalha.

     Foi preciso que este herói se sacrificasse e imediatamente ressurgisse para permanecer na história de uma tarde de domingo até a tempos imemoráveis através de feitos que serão contados e recontados. Pois se é de luta que estamos falando, vale lembrar a fala do gladiador Maximus: “O que fazemos em vida ecoa pela eternidade”, e com isso, por isso, este grito de Campeão vai ecoar para sempre nos corações santistas que por sua vez seguem a sua sina de se emocionar sempre e jamais deixar que uma comemoração não seja acompanhada de uma lágrima...
 
Nas palavras de um ilustre santista: “Como você é Lindo Santos!!!”
Parabéns ao Campeão Paulista de 2010 Santos Futebol Clube

Ygor Moretti Fiorante


You may also like

Postar um comentário