Granta em Português - Os Melhores Jovens Escritores Brasileiros

/
0 Comments


A revista Britânica de literatura Granta, que garimpa ao redor do mundo, jovens escritores formadores da literatura contemporânea, passou entre 2012 a 2013 pelas terras tupiniquins e após uma intensa busca e seleção, lançou em 2013 o 9º número de Granta – Jovens Escritores Brasileiros.
O livro reúne textos de 20 autores selecionados de até 40 anos, que melhor representam a literatura contemporânea brasileira. Nomes como Luisa Geisler, vencedora do prêmio Sesc  de literatura aos 19 anos de idade e outros nomes mais rodados como de Daniel Galera, João Paulo Cuenca, Michel Laub, Ricardo Lísias entre outros.

Cristovão Tezza, Italo Moriconi e mais 5 especialistas formam a comissão de jurados que ajudou a escolher e organizar o livro. Através das páginas, textos inéditos, contos e trechos de romances é possível observar a quantas anda a “primeira divisão” de autores brasileiros, esses que conquistaram importantes prêmios e alcançaram a atenção das grandes editoras. No livro, diferentes temas e estilos retratam um Brasil cada vez mais cosmopolita, que no entanto mantém presente, ainda que implícita sua raízes culturais e o modo brasileiro de enxergar os conflitos e as relações pessoais.

Para o restante de milhares de escritores, publicados ou não que ficaram de fora, e que ainda estão de fora do mercado editorial, Granta Nº Os Melhores Jovens Escritores Brasileiros, serve como rica referência que não é definitiva mas pode fornecer novos horizontes do campo literário, que mesmo vasto parece as vezes tão repetitivo e frágil de novidades.

Trecho do Conto Apneia de Daniel Galera
…E não ligou mais. E eu acabei ficando preocupado. Uns meses depois, sem ter notícia dele, peguei minha moto num fim de semana, a Suzuki cinquenta cilindradas que eu tinha na época, e eu fui até Garopaba. Oito horas de viagem pela BR 101, contra o vento. A gente tá falando de mil novecentos e sessenta e sete. O acessso pra Garopaba era feito por uns vinte quilometros de estrada de terra e em alguns pontos de areia pura, e no caminho tu via meia dúzia de casinhas de agricultor e só morro e mato. As pessoas, se tu tinha a sorte de encontrar com alguém, andavam descalças e pra cada moto ou caminhonete Rural tinha cinco carros de boi...


You may also like

Postar um comentário