Um Palito na Estrada - Conto de Marcelo Andrade

/
0 Comments


Olá amigos do Moviemento! Tudo bem? Hoje, com exclusividade, apresento um conto que estará no meu livro, O Evangelho das Ruas – registros de um repórter nos perímetros da vida. 

engraçado, nessa vida de jornalista, é a forma que o conhecimento se apresenta ao mundo. Muitas vezes, só um olhar penetrado na rotina do povo para captar algumas
histórias. Aprecie!

Barney lacrou a caixa e colocou no caminhão. Deu partida e saiu. Depois, tentou ligar o rádio, mas o motorista do período noturno, provavelmente embriagado, quebrou o aparelho e metade do painel do veículo. Na estrada, em poucos minutos, o silêncio tomou conta. De repente, um barulho! Um ruído estranho ecoando do fundo do caminhão. Era uma voz fina,
parecia produzida em computador:

- Quase duzentos palitos de fósforos dentro de uma caixa! Por que nenhum deles percebe seu destino? Vamos dar vida ao fogo… Barney sacudiu a cabeça e desconfiou do sono. Sua rotina era pesada! Doze, quinze e até dezessete horas pilotando.

Carregando palitos de fósforos. Porém, outro susto! Um palito surge no banco do passageiro e desabafa: - Você pode explicar uma coisa? Uma única coisa! Minha vida
começa numa fábrica cretina e depois eu sou armazenado numa caixa ao lado de centenas de amigos. Aí surge você e me leva para um lugar novo. Com o tempo, um sujeito me risca, dou vida ao fogo daquele idiota e em poucos segundos estou liquidado.

Muito confuso e tentando encarar o momento como uma grande brincadeira do destino, Barney retrucou: - Você acha que a minha vida é diferente?
- Acho! Você vive bem, muito bem.- Quem disse isso para você? Aquela fábrica é um hospício. Você sabe...
- Eu sei! Mas você tem nas mãos a oportunidade de mudar nosso destino. E o que faz para o mundo ser diferente? - Não venha me julgar, por favor.
- Responda para si mesmo e olhe para frente ou iremos bater.

Marcelo Andrade é jornalista na produtoramc e escreve sobre arte e cultura no portal artenomovimento.com.br e colabora com o Moviemento.


You may also like

Postar um comentário