Do que EU falo quando EU falo de Corrida...

/
0 Comments


Seguindo os passos ou melhor as passadas do autor e maratonista japonês Haruki Murakami, escrevo aqui mais uma crônica sobre o ato da corrida, posto que sem falsa modéstia sou um pouco menos escritor e muito menos corredor do que Murakami, já o autor de “Do que eu falo quando falo de corrida”, venceu vários prêmios literários, lançou dezenas de livros e completou várias Maratonas. 

Por outro lado, nesse abençoado ano de 2014 consegui lançar dois livros (Auto publicação) pela Editora Incomum, “Do Som ao Impacto” e “O Menino Susto”, enquanto isso escrevo outro livro de contos, visando um primeiro romance num futuro um pouco mais à frente.
No campo da corrida estou a um mês da prova de 16k do circuito Atenas que acontecerá no dia 27/07, aqui em São Paulo. Depois dessa vou rever meu tempo disponível, já que esse maravilhoso ano, além de muito trabalho, me reserva fortes emoções para o dia 18 de outubro, e para isso, para o “Futurinho” chegar, muitos detalhes e muitos outros cuidados são necessários. Assim sendo se a agenda permitir depois desses 16 quilômetro já inicío o treinamento para a Meia Maratona em Novembro, do contrário vou permanecer e focar na melhora nos 10K mesmo.

Falando de corrida, consegui estabelecer meu melhor tempo dos 5K, 26:40, o que é bom já que nem treino especificamente para essa distância e velocidade. Tenho feito três treinos,  velocidade, rodagem e longão, subindo esse longão até chegar aos 16K, alvo da prova, atualmente faço 13K além de outros dois dias de musculação. No começo do ano completei a São Silvestre(15KM), e essa prova agora funciona como um meio termo entre os 10 e os 21 quilômetros da Meia Maratona.

Consegui eliminar 3 kilos e atualmente me sinto mais leve, treinei algumas semanas na esteira,  fazendo 8 a 10 quilômetros, o que representa um tempo bem maior correndo já que a esteira nos segura, nos deixa mais lentos mesmo parecendo mais difícil manter certo ritmo em cima dela. Penso que isso ajudou bastante tanto na resistência física quanto na resistência mental. Continuar correndo, concentrado depois de 1 hora não é das coisas mais fáceis, ainda mais quando se está numa posição parecida a dos camundongos de laboratórios, correndo sem sair do lugar.

Agora são 4 semanas até o dia da prova, falhei na programação da semana passada que era 5k, 8k e 13k, mas acabei treinando três vezes na semana 5, 8 e 8k. Não foi de toda perdida. Para essa semana entre os dias 24/6 e 28/6 o cronograma é: 3ª Boxe – 4ª Corrida Tiro na esteira – 5ª Corrida rodagem na esteira – 6ª Musculação e Sábado 13k... Veremos...
Para quem me lê, se alguém me lê e por acaso estiver afim de dar os primeiros passos na corrida, aqui vai breve resumo dos primeiros passos à ser dado.


Não sou profissional, nem médico nem atleta, mas as dicas que seguem abaixo são de quem saiu do lugar, buscou informações e ajuda. Corri uma dezenas de provas além da São Silvestre e transcrevo mais ou menos o percurso que fiz até aqui...
Se você quer começar a correr a primeira coisa a fazer é começar a caminhar... Caminhe para um médico, faça um check-up geral e depois sim comece as atividades. Confesso que não fiz nessa ordem, mas o conselho é esse mesmo, principalmente se estiver um pouco acima do peso ou se já tiver chegado na faixa dos trinta e poucos bons anos de vida.

Ainda falando sobre o IDEAL, é importante ter um personal ou professor de academia por perto monitorando esses primeiros passos. Porém, como primeiros passos, entre exames, resultados e parecer médico. Você pode iniciar a caminhada na rua ou esteira, com um bom par de tênis próprio para caminhada ou corrida.
Acredito que nesse momento além da prevenção que você fará contatando seu médico ou profissional do esporte, é importante ter foco e motivação. Nós humanos somos sim movidos pelo desafio, além do desafio de nova jornada, vá mais longe! Inscreva-se de cara numa prova de 5K para daqui a 5, 6 meses, pague pela inscrição e divulgue isso em suas redes sociais. Além do compromisso particular seu com esse novo objetivo, você tem agora o compromisso financeiro, já que pagou por aquilo e não vai querer desperdiçar sua grana. Se isso não bastar,  o compromisso com seus amigos e secadores de plantão também pode-lhe impulsionar a continuar. Muitas pessoas vão lhe parabenizar e incentivar , algumas outras estarão em silêncio,  no aguardo, a espreita de seu fracasso ou desistência, em todos os campos da vida encontramos com esse tipo de pessoa. Mas amigo... Você não vai fracassar e dentro desses 6 meses é bem possível que estará concluindo sua primeira corrida de 5k (ainda que andando em alguns trechos).  

Por outro lado pode esquecer também esse desafio a terceiros ou inimigos e secadores imaginário, pois bem da verdade é que tanto faz você correr 5 ou 42 quilômetros. É bem provável que isso não mude nada na vida de ninguém, mas com certeza mudará e fará a diferença na sua vida, duma forma que só você entenda e que só a você fará sentido...
As corridas são ótimos lugares para conhecer pessoas, ver outros exemplos de superação e determinação. Além de toda a preparação, uniformes, organização de contagem de tempo, postos de hidratação e premiação, você encontrará uma atmosfera muito boa, de ajuda e incentivo dos corredores e do público que assiste a apóia do lado de fora. Nesse cenário todo é bem provável que você seja picado pelo bichinho da corrida, e rapidamente vai querer voltar para concluir aquela prova correndo por todo o percurso e depois refazê-la em menos tempo. 

Para esses novos desafios é muito interessante voltar aos passos iniciais, principalmente com um professor ou personal, pois agora seus objetivos são maiores e mais difíceis, antes você queria apenas começar a correr, agora, 6 a 12 meses depois você já é um corredor em busca de tempos menores ou distâncias maiores. Proteja-se, organize-se e vá em frente!!!

Segue abaixo uma propaganda muito legal da Olimpikus mas que serve muito mais como um video motivacional para corredores ou pretendentes a…



You may also like

Postar um comentário