/
3 Comments


O CONTO DA ILHA DESCONHECIDA

Em o Conto da Ilha Desconhecida o escritor português José Saramago, constrói um intrigante enredo que mescla características da fábula aliada a uma sempre presente crítica a governos e sistemas políticos. Com um total domínio da língua, o escritor elabora um texto simples, porém de rara beleza, articulando um ritmo bastante peculiar, a leitura das poucas páginas do livro faz-se em um só fôlego no qual cada palavra, cada frase foi primorosamente “talhada”.

Através de alegorias, características marcante da obra de José Saramago, o escritor faz visitas profundas a importantes questões que acompanham o homem ao longo da história. Faz um crítico estudo das instituições sociais, além da importância e papel do cidadão inserido nessa sociedade. No entanto, “O conto da Ilha Desconhecida” alcança questões mais subjetivas e até mesmo psicológicas. O escritor compõe uma narrativa dúbia, que interpõe o mundo dos sonhos com a realidade, e mais, invade o sonho dentro do sonho, por fim nomeia o ato de sonhar, como algo nobre e essencial para a existência do homem. Em grande parte é disso que fala o conto, um incentivo, uma canção à busca dos sonhos, onde para isso ocorrer é necessária a quebra, o confronto com os limites impostos e, sobretudo a luta contra o medo do desconhecido.




Em “O Conto da Ilha Desconhecida” um homem se dirige à casa do rei querendo falar pessoalmente com sua majestade, o homem quer na verdade pedir um barco ao rei para que possa ir em busca da ilha desconhecida, tal pedido é feito através da porta das petições, porém cai nas vias burocráticas do reino, demorando dias para ser respondido até que chegue na portas dos obséquios onde o rei costuma ficar para ouvir os obséquios feitos a ele. Nesse contexto está a primeira observação de Saramago sob um governo burocrático e que não se preocupa com o que seria sua principal tarefa; a de tornar a vida das pessoas melhores e servir ao povo.

Na literatura de Saramago tanto uma visão política como um retrato dos tipos sociais podem se aliar a uma mensagem mais profunda, de cunho mais poético, e justamente dessa forma que o escritor irá narrar a saga desse homem em busca de uma ilha desconhecida, cabendo em tal busca diversas digressões entre as quais o anseio e o medo que os homens tem de seus sonhos são temas fortes dentro do conto.

Ygor MF

Conto da Ilha Desconhecida, O
Editora: Companhia das Letras
ISBN: 8571648492
Ano: 2000
Edição: 1
Número de páginas: 62
Acabamento: Brochura
Formato: Médio


You may also like

Postar um comentário