/
6 Comments


O DIA EM QUE A TERRA PAROU

Originalmente filmado em 1951 pelo diretor Robert Wise o remake “O Dia em que a Terra Parou” chega aos cinemas com uma releitura bastante fiel ao original, com Keanu Reeves, Jennifer Connelly e Katy Bates no elenco, aliado a poderosos efeitos especiais, o longa se mantem como um genuíno título de ficção científica, ainda que tal característica possa lhe custar o agrado do grande público.

Keanu Reeves é o alienígena Klaatu que vem á Terra em missão de salvar o planeta de sua destruição, mesmo que para isso seja necessário exterminar toda a raça humana. No original de 1951 o mesmo alienígena Klaatu interpretado por Michael Rennie vem do espaço com a mesma missão, no entanto, numa postura de tom mais alarmista ao contrário do “decreto” de fim dos tempos que o personagem Keanu Reeves trás.

Inspirado no conto “Farrewell to the Máster” de 1941 escrito por Harry Bates, o longa mantém a mensagem pacifista do texto, porém não se aprofunda em outra questão presente no texto de Bates, a Inteligência Artificial. No conto de Bates quando Klaatu é ressuscitado pelo robô Gork, o jornalista Cliff que narra a história, se desculpa com o robô pedindo que comunique ao seu amo o lamento do terráqueos por te-lo atingido. E Gork o robô o surpreende dizendo-lhe: Você entendeu errado...Eu sou o amo.

Com esse conto Bates escreveu uma das primeiras histórias sobre Inteligência Artificial. Antecipando a discussão e o temor das máquinas tomarem o lugar do homens, assunto que veríamos com freqüência no cinema em filmes como, Blade Runer, Matrix, Exterminador do Futuro entre outros.

O atual “O Dia em Que a Terra Parou” conta com a presença de Jaden Smith, filho do astro Will Smith que contracenou com o pai em a “A Procura da Felicidade” (2006). Jaden é Jacob Benson que vive com a cientista Helen Benson (Jennifer Connely), Jacob ainda não aceitou a morte do pai, um militar do exército e mora com a voluntariosa madrasta Helen, que tentará fazer de tudo para encurtar a distância afetiva entre ela e o garoto. Paralelo a isso Helen ajudará Klaatu a se esconder do exército americano que o persegue por julgá-lo perigoso. E tentará ainda mostrar ao alienígena que os homens podem se adaptar e melhorar seus hábitos. E por fim, que possuem outras qualidades além da concepção de destruidores, violentos e preconceituosos que os antecede.

Outra presença marcante em “O Dia...” é a do robô Gork, um ser gigantesco capaz de controlar formas eletrônicas, mecânicas e biológicas, no entanto, mesmo com tais poderes Gork serve a Klattu somente para fins pacifistas. O filme é repleto de ótimos efeitos especiais, e as melhores seqüências nesse quesito são com o gigante Gork e a enigmática esfera sobre Washington.

O roteiro de David Scarpa mantém o clima do universo Sci-fi, onde o mistério do desconhecido prevalece a explicações rasteiras, mantendo eventos extraordinários acima da compreensão humana, não prejudicando em momento algum o entendimento do longa.

Outras boas conquistas de “O Dia em que a Terra Parou” é a distancia que o filme toma de outras produções mais tarde apelidadas de “Filmes de Catástrofes”. Ao contrário de produções como “Independence Day”, “Guerra dos Mundos”, “Impacto Profundo” e “Armagedon” que se utilizam da catástrofe, do fim eminente como principal propósito, “O Dia...” conta com tais elementos, mas aponta para o lado oposto, para um recomeço ao invés do fim dos tempos como mote principal. E tal sinalização é feita de maneira primária e até ingênua, mas, no entanto, sem ser panfletária ou taxativo, outro grande acerto do longa.

Ygor MF



Ficha Técnica:
Título Original: The Day the Earth Stood Still
Gênero: Ficção Científica
Tempo de Duração: 103 minutos
Ano de Lançamento (EUA): 2008
Direção: Scott Derrickson
Roteiro: David Scarpa, baseado em roteiro de Edmund H. North
Fotografia: David Tattersall

Elenco:
Keanu Reeves (Klaatu)
Jennifer Connelly (Helen Benson)
Kathy Bates (Regina Jackson)
Jaden Smith (Jacob Benson)
John Cleese (Prof. Barnhardt)
Jon Hamm (Michael Granier)
Kyle Chandler (John Driscoll)
Robert Knepper (Coronel)
James Hong (Sr. Wu)
John Rothman (Dr. Myron)
Sunita Prasad (Rouhani)
Juan Riedinger (William Kwan)
Sam Gilroy (Tom)
Tanya Champoux (Isabel)
Mousa Kraish (Yusef)
J.C. MacKenzie (Grossman)
Daniel Bacon (Winslow)
Hiro Kanagawa (Dr. Ikegawa)


You may also like

Postar um comentário