/
3 Comments



SINDICATO DOS LADRÕES

Alguns aspectos interessantes podem ser encontrados nesse filme vencedor de 8 Oscar dirigido por Elia Kazan e estrelado por Marlon Brando. No que diz respeito ao diretor, a arte imitaria a vida quando Kazan filmou em 1954 o conflito de Terry Malloy (Marlon Brando) em ser ou não um delator da máfia, tendo em vista que dois anos antes o próprio diretor, um ex-comunista, havia delatado companheiros simpatizantes do comunismo ao controverso senador Josheph McCarthy em sua famosa caça às bruxas.

Com essa postura, tanto em sua vida particular como em sua carreira cinematográfica, Kazan quis salientar o compromisso com a verdade acima de tudo, por mais que isso significasse ser um delator. Quando recebeu em 1999 o Oscar honorário por sua carreira, parte da platéia o aplaudiu enquanto outra parte se dividiu entre o silêncio e as vaias.

o diálogo no carro: essa cena é até os dia de hoje utilizada em exercícios e testes para atores.

Em “Sindicato dos Ladrões” Terry Malloy é um ex-pugilista que presta pequenos serviços à Johnny Friendly e Charley Malloy, seu irmão. Johnny e Charley controlam o sindicato dos estivadores que trabalham nas docas de Hoboken, New Jersey. Terry vive alheio aos negocio do sindicato, até o momento em que se vê envolvido no assassinato de Joey Doyle um homem que estava prestes a delatar os negócios sujos do sindicato. A partir dai Terry conhece Edie (Eva Marie Saint) irmã do homem assassinado, entre os dois surgirá um fraterno relacionamento que fará com que Terry reveja todos seus conceitos e valores a cerca da lealdade com a máfia e o compromisso com a justiça.

O filme é rodado em grande parte em locações reais, fato que o difere da maioria das produções da época que utilizavam os estúdios e os cenários. O diretor queria com isso dar maior realidade a história. Nesse mesmo caminho a atuação de Brando é impecável, seu papel tem todas as nuances de um personagem complexo e realista, com todas as suas incertezas e contradições.

Elia Kazan e Marlon Brando possuem uma vasta filmografia onde trabalharam juntos, em longas como “Espiritos Indômitos” (1950), “Uma Rua Chamada Pecado” (1951) “Viva Zapata” (1952), “Júlio César” (1953) entre vários outros.


o diretor Elia Kazan
Ficha Técnica:
Título Original: On the Waterfront
Tempo de Duração: 108 minutos
Ano de Lançamento (EUA): 1954
Direção: Elia Kazan
Roteiro: Budd Schulberg, baseado em estória de Budd Schulberg
Fotografia: Boris Kaufman
Elenco:
Marlon Brando (Terry Malloy)
Karl Malden (Padre Barry)
Lee J. Cobb (Johnny Friendly)
Rod Steiger (Charley Malloy)
Pat Henning (Timothy "Kayo" J. Dugan)
Leif Erickson (Glover)
James Westerfield (Big Mac)
Tony Galento (Truck)
Tami Mauriello (Tullio)
John F. Hamilton (Joey "Pop" Doyle)
John Heldabrand (Mutt)
Rudy Bond (Moose)
Don Blackman (Luke)
Arthur Keegan (Jimmy)
Abe Simon (Barney)
Eva Marie Saint (Edie Doyle)
Martin Balsam (Gilette)
Fred Gwynne (Slim)
Thomas Handley (Tommy Collins)
Anne Hegira (Sra. Collins)
Veja Também: Boa Noite, Boa Sorte (2005),
Dirigido por George Clooney conta à história de Edward R. Morrow (David Strathairn) um âncora de TV que compra com o senador Joseph McCarthy, questionando as táticas e mentiras usadas pelo senador em sua caça aos supostos comunistas.
Ygor MF



You may also like

Postar um comentário