/
1 Comments













Depois de uma dose cavalar de café, através de uma corrida vertiginosa, onde os seus passos eram leves e seu rosto intacto, tenso. Enquanto a endorfina inundava seu corpo, enquanto trespassava rios de enchentes como quem caminha acima da água que por sua vez tomava pistas e autopistas.
Pensou ter encontrado Deus, e nesse momento através de seus passos gigantescos-incansáveis, talvez alcançasse ou ultrapasse o Divino passeando por sua pista de nuvens e planetas e palácios...

Depois de novos quilometros que até então não faziam parte de seu repertório amador de corrida, ultrapassou todos os sentidos, deixou pra trás todos os siginificados, quanto mais seu peito tremia, quanto mais forte era o ataque cardiáco, mais ao fundo do túnel branco ele atingia, e imaginando que aquela visão branca fosse as costas ou a bata de Deus, acelerou ainda mais, flutuava e saltitava entre um cosmos e outro,  não saberia se alcançaria ou se partilharia o cooper eterno ao quão Deus fazia em torno do infinito,mas somente correndo descobriria o caminho até ele...

Ygor Moretti


You may also like

Postar um comentário