Poemas Cinematográficos... Memórias de uma Gueixa

/
0 Comments


MEMÓRIAS DE UMA GUEIXA

Gueixa, olho-mar
Olhar, seda, seduz

Garras, cirúrgico aço
disputam a proteger
sua pele que é sol
guardada em sombra

Ideograma cifrado
Seu coração
Sua dança tem ritmo de chuva

Oriente melodia
meu pensamento

Cabelos negros, morte, presos
Soltos, se espalha
água escura
Ilha-me
O sangue arqueja
Suspiro mudo, flutuo

Gueixa, ser-segredo
Sem nós, temo.
 
Poema de Thiago Correa


You may also like

Postar um comentário