Poemas Cinematográficos... Amor à Flor da pele

/
0 Comments


À flor da pele

Hong Kong, 1962
em câmera lenta
descia as escadas
sinuosa seda
do vestido

em fundo carmim
seu porte de garça

o olhar dele
recostado, no muro
de terno

solitária tensão
de corpos, silhueta

música de imagens
a mão sobre o ombro
no banco do táxi


Poema de Virna Teixeira


You may also like

Postar um comentário