Poesia de Israel Azevedo

/
0 Comments

VIETNÃ

ao rés
de onde
tudo
ou nada
jaz
não mais
a guerra
palatável
à própria
carne.


Israel Azevedo


You may also like

Postar um comentário