Cultura e Chatisses

/
0 Comments
Clodomiro Tradição
Heiiiiiiiaaaaaa!!! Eis me aqui mas mal sabem vocês de onde venho ou melhor de onde escrevo este post. Não é um simples local, estado, bunker ou um aconchegante e moderno escritório. Essa minha pergunta vem com abrangências muito maiores que a sua vã curiosidade possa lhe incomodar.

Escrevo de um outro tempo enquanto me vejo escrevendo o primeiro post no Moviemento........................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................ Bom passei rapidamente no tempo presente (novembro de 2012) para verificar uns emails e sigo um pouco mais para o futuro dias depois da publicação dessa postagem e vejo que embora bombástica essas informações não mudaram nada a vida de ninguém...

E como faço isso? Vocês me perguntam (perguntam sim li alguma perguntas, twits e joinhas pelas redes sociais). Li alguns físicos por ai, não me recordo nomes e nem sei explicar as teorias que "imaginam" e mais recentemente descartam as viagens no tempo... Confesso que por acaso, por necessidades banalíssimas descobri então a brecha no túnel da vida.


Depois de sonecas e sustos ao acordar nos bancos duros dos transportes públicos de SP decidi descer e ir caminhando. Um caminhar despretensioso de quem nem mesmo quer chegar no trabalho no horário... Depois de centenas de metros, cansado entrei no primeiro ônibus... Era o "buso" das seis lá estavam pessoas do passado que saíram de suas casas muito antes que eu, mas eu viajante do tempo volto para visita-lás, levo noticias dum futuro presente que eu abandonei.

Neste fluxo do tempo volto a rua, volto quilômetros atrás e fazendo isso estou indo visitar pessoas do futuro que saíram de suas casas nove, dez da manhã... e eu vindo das oito horas os alcanço mas não trago boas recordações e nem eles me dão boas notícias, estamos presos no vácuo no elo perdido que é o viver em São Paulo...

Clodomiro Tradição


You may also like

Postar um comentário