/
2 Comments

Nina com direção de Heitor Dhalia - 85 minutos - Lançado em 2004 - Site Oficial: http://www.ninaofilme.com.br/ - Roteiro: Marçal Aquino e Heitor Dhalia
ElencoGuta Stresser (Nina) - Myriam Muniz (Dona Eulália) - Sabrina Greve (Sofia) Luíza Mariani (Alice) - Juliana Galdino (Ana) - Milhem Cortaz (Carlão) Guilherme Weber (Arthur) - Abrahão Farc (Velho) - Wagner Moura (Cego) Selton Mello (Namorado de Ana) - Renata Sorrah (Prostituta) - Lázaro Ramos (Pintor) Matheus Nachtergaele (Pintor) - Anderson Faganello - Ailton Graça - Walter Portela Eduardo Semmerjian - Nivaldo Todaro
O melhor filme naional que eu vi neste ano de 2005. Nina chegou aos cinemas em 2004 mas por "ns" motivos não conseguiassisti-lo. Dentre esses motivos estão a minha falta de tempo, as vezes a falta de dinheiro e raras vezes falta de disposiçãopara ir a cinemas distantes em horários nada favoráveis para quem está de ônibus. É no minímo lógico que os shoppings queiram ganhar dinheiro com seus cinemas, então nada mais certo(comercialmente falando) do que exibir filmes pipocase somente filmes pipocas(filmes que eu gosto também mas na maioria são "esqueciveis"). Assim mesmo sendo lógico e certo é também uma decisão triste essa de desprezar e não dar chance ao cinema alternativo e ao cinema nacional que não sejam aqueles filmes "globais" como "Os Normais", "Auto da Compadecida etc. Mas tudo isso que disse até agora daria tema para uma outra postagem, entaão não vou esgotar o tema agora... Eu já aguardava de forma ansiosa o lançamento de Nina nas locadoras e o vi assim meio que sem querer entre outros lançamentos, quase ofuscado se não fosse sua forte aparência dark, aspecto que sempre me chama atenção. O filme é Dark porcompleto, personagens, trilha sonora, ambientes, ritmo, direção, imagens, fotografia e direção. E nem poderia ser diferentejá que o argumento é baseado no livro "Crime e Castigo" de Dostoievsk. É a história de Nina vivida pela atriz Guta Stresserdo seriado "A Grande Familia", Nina é uma jovem que perambula pelo centro da cidade de São Paulo entre a escória da sociedade, vai asfestas com drogas e música eletronica(deixo meu protesto para que não se faça generalizações com usuários de drogas e quem curte música eletronica),além disso tem sérios problemas com Dona Eulália personagem de Myriam Muniz excelente atriz que era desconhecida por mim. Eulália é a Dona da casa onde Nina mora alugando um quarto e atrasando sempre os pagamentos o que aliado ao seu jeito "aborrecente" de ser causa o conflitointerminável e impossivel de ser apaziguado. Essas escolhas e problemas, o uso de drogas e a total falta de perspectiva fazem com que Nina vá se aprofundando e afundando mais num mundo cada vez maisobscuro e confuso. Primeiramente larga o emprego de garçonete o que acarretará em maiores dificuldades financeiras, mais atrasos com o aluguel e maiores problemas com Dona Eulália, constantemente ameaçando despejar a inquilina. Com todos esses problemas que em grande parte foram criados por ela mesma, Nina passa a ter pesadelos visões e certas vontades assassinas que a faz em alguns momentos confundir o real com o imaginário, e o telespectador mergulha junto nessa confusão esperando um momentomais a frente onde tudo será "explicado". E são essas "vontades" o sentimento de culpa e a sensação de estar sendo perseguida que ilustram e habitam os desenhos de Nina, que estão todos na parede de seu quarto compondo um enorme paredão de todos os seus pensamentos, inclusive os mais tenebrosos. É neste clima que o filme segue sendo que cada vez mais os personagens e seus desejos(os de Nina principalmente) vão se tornando cada mais fortes e macabros como retratadosem algumas sequencias de animação preto e branco apartir dos desenhos de Nina sobre um suposto assassinato que por sua vez coabita as hipoteses de um assassinato real ou uma ilusão, um delírio de uma personagem perturbada.
Ygor Moretti Fiorante


You may also like

Postar um comentário