/
0 Comments
Fartura no Olimpo



 
















Eu digo olá a quem me lê, quem me lê novamente ou pela primeira vez e ainda àqueles que me lêem pelas costas inrrustidos num falso desinteresse...

E eu cito já discordando de Fernando Pessoa que diz: "Estou farto de semi-Deuses" em seu poema em linha reta. Pois eu estou bem mais propenso a estar farto de gente mesquinha e mortal por demais, ou mesmo dos deuses que como tal são ainda confusos e por vezes mesquinho como reles mortais...

Mas oh meus caros amigos, os semi-Deuses são a eterna tentativa do perfeito e a constante confirmação do ideal, ainda que um erroneo ideal humano que sendo humano não cosegue não alcança a perfeição.

Nem semi-Deuses são perfeitos, talvez nem os Deuses, mas tem gente que quase nos faz crer nisso. Digo isso enquanto (pasmem) assisto ao Big Brother, pois é eu Clodomiro assisto e admito e reforço que além da qualidade ou da serventia duvidosa, existe sim o interessante do humano exposto ao extremo, explicito diante do mundo e de um gigantesco espelho que o confrontará a todo instante repetindo: Quem é você?!!!

Que não me ouçam, mas me leiam quando digo aqui entre nós que o tal do pay-per-view é um exagero, mas como sugere sempre o apresentador Bial: "uma espiadinha" não deixará ninguém mais burro, nem manchará a carreira de academicos ou intelectuais mergulhados em em outras profundezas de conhecimento.

Mas eu aponto... tendo visto até a grande final do programa e o seu desfecho, a vã tentativa e o incomodo por presenciar o nascimento torto e temporário de semi-Deuses. Porque me acompanhem e vejam se não é mesmo pra se sentir menor do lado de cá da tela:

Os participantes tem pouco mais de 20 anos, profissionalmente estabilizados, se não possuem uma bagagem cultural vasta, carregam vivências diferenciadas, são estrovertidos, simpáticos, se não possuem o corpo sarado ou um belo rosto, sabem se vestir sendo salvos por um estilo vanguardista que diante das transmissões para todo o país podem fazer escola.

E por tudo isso que Pessoa colocaria tudo em Caps Lock "Arre... estou farto de semi-deuses... onde há gente de verdade nesse mundo?" na busca por pessoas reais, de carne, de fibra, pessoas medrosas, tolas e vivas.

Contudo, eu não me canso, não me cansei e o melhor: "Venci" a estranha sensação que nos atinge pela telinha que nos faz sentir menor, pois depois de uma espiada, uma melhor espiada, longe de perfeitos, muito menos são semi e não finais, são quase qualquer coisa, apenas diferentes mas humanos, e continuo porque "humano demasiado humanos" sou eu, é você que do outro lado sente medo, sente vergonha alheia, sente inveja e por fim se tranquiliza ao ver a fraqueza do antes forte e com isso, não se sentindo menor na poltrona.

Porque como no livro dos conselhos e aqui vale a redundancia, vale mesmo o conselho se tratando de Big Brother: "Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara." 

Clodomiro Tradição


You may also like

Postar um comentário