Os Suspeitos

/
0 Comments
Nos moldes de "Zodíaco" 2007 o longa "Os Suspeitos" do diretor Canadense Denis Villeneuve mantem-se firme num ótimo roteiro que não se apressa em contar a história mas respeita um ritmo lento, que dá ao filme um caráter especial.
Em meio a um almoço de Ação de Graças na casa de seu amigo Franklin (Terrence Howard), Keller Dover (Hugh Jackman) percebe que a filha Anna e Joy sua amiga estão demorando para voltar de sua casa onde foram buscar um apito de urgência. Após procurar nas duas casas e em todos os cômodos, seu filho mais velho Ralph informa sobre a estranha presença de uma Van estacionada na rua, dentro dessa alguém parecia observar as meninas enquanto brincavam ao redor do automóvel.   
Assim se instala o pânico em todos, a polícia é avisada e tem início a caça a Van e ao seu misterioso motorista. Nesse ponto entra em cena do detetive Loki (Jake Gyllenhaal), conhecido por nunca ter perdido um caso, talvez o seu maior desafio esteja nesse perigoso e intrigante mistério.
Com um grande elenco nas mãos, Maria Bello, Terrence Howard e Jake Gyllenhaal num papel parecido com o de "Zodíaco", o diretor Denis Villeneuve manteve não apenas esses nomes como também toda a trama bem ajustada e controlada por suas lentes. Hugh Jackman fez uma preparação toda especial para vivenciar o papel, fazendo pesquisas com os problemas do alcoolismo e o comportamento de pessoas que vivenciaram grandes tragédias.
Sob uma luz sempre opaca, num clima denso e lento a trama é narrada em suas minucias, sem pressa de contar a história e mergulhar nas diversas reviravoltas que acontecem e principalmente no drama que cada uma dessas mudanças causa nos personagens. O publico precisa sim de paciência e "compromisso" com a história em suas 2 horas e meia de filme. Mas certamente será recompensado com um filme que aos poucos vai se desvendando e permitindo diversas inferências, mesmo ao seu final ou em possíveis e futuros reviews da película.


You may also like

Postar um comentário