Fire in the hole

/
0 Comments


Texto para exercício de escrita do Clipe - Casa das Rosas:
Escrever uma carta de amor durante um incêndio.

Queria deixar uma carta que não fosse apenas um recado na porta da geladeira;

Tire a carne do freezer / lave a salada / Recolha a roupa do varal!

Mas deixasse claro que isso não foi suicídio nem terrorismo. Fatidicamente você irá lembrar de quando eu disse que ia explodir o prédio se ninguém da administração resolvesse o vazamento. Quando fico nervoso só falo merda, você sabe disso. No fim você tinha razão, eu sou mesmo distraído, odiava ouvir isso e repudiava quando você dizia achando graça de mais uma atrapalhada minha. Pois bem, foi essa “qualidade” que me fez esquecer o gás aberto e aí já viu…

Agora mais uma explosão destrói por completo a área de serviço e cozinha, e pensar que por capricho seu trocamos todo o revestimento e precisei carregar mais de dez caixas pesadas de material no deposito. Pelos ares também vão as roupas e minhas cuecas que secavam no varal. Você insistia para eu não lava-las durante o banho, pois nunca ficavam limpas de verdade. Mas eu me sentia mal em deixar lá misturada com as outras roupas, principalmente quando são cuecas brancas.

Um calor forte já alcança o quarto do meio, onde você aceitou que eu montasse o meuBUNKER, eu brincava que ali era acesso restrito, nem mesmo você poderia entrar, no máximo bater na porta e deixar o café.

Não vou pular pela janela nem tentar escapar pela porta já tomada pelo fogo, estou entre livros, cds, a prateleira que a muito custo montei, toda torta e com dezenas de pregos extras pra compensar a minha falta de habilidade com ferramentas. Cada objeto desses guarda uma lembrança, um passeio ou viagem que fizemos.

Agora não enxergo mais nada, a fumaça já envolve tudo e o gás carbônico substitui o oxigênio. Não deu tempo de comprarmos um umidificador, acordávamos sempre com a garganta seca, nem flores conseguimos cultivar, deixei morrer um Bonsai, presente de minha mãe, e até o cacto consegui a façanha de deixar morrer seco.

Esqueci de arrumar a cama do quarto, acabei de lembrar, agora já é tarde, tarde pra tudo, inclusive para trocar os presentes repetidos que guardamos dentro do armário. Tinhamos três panelas elétricas, demos uma pra minha mãe que sempre quis ter uma, Presenteamos a Nat e o Rafa, adorei o casamento deles, você ficou se escondendo das fotos, mas estava linda naquele vestido roxo, que aliás aqui entre nós, foi uma pechincha né? Caramba por falar nisso esqueci de tirar foto dele pra postarmos no site de venda online. Voltando às panelas elétricas, ficamos com a terceira e antes tivéssemos usado e abusado desses eletrônicos, salvo algum curto circuito, a chance era bem menor de terminar assim tudo em fogo.

Contudo, mesmo aqui nesse inferno, consigo controlar a raiva que sinto de tudo o que é contrário a minha vontade, não que eu esteja feliz com esse desfecho, mas pensar em você foi minha proteção contra incêndio, até onde deu pois a partir de agora é só ardor sem fim, chamas e cinzas depois. Tristemente você não saberá dessas palavras e pensamentos pois o que deu tempo de escrever foi mesmo um bilhete de geladeira que envio pelo whats:

Amo você, desculpe pela distração, esqueci a porra do gás ligado!


You may also like

Postar um comentário