/
1 Comments



Perfume – A História de um Assassino

Tom Tykwer volta em grande estilo com a mesma eloqüência, inventividade e surpresa que o fez conhecido com Corra-Lola-Corra. Antes de assistir perfume é bom ter essa informação, para que fique claro também que o filme merece e necessita ser visto de mente aberta, sem preconceitos. Perfume é mais uma adaptação literária para o cinema, o livro escrito por Patrik Süskind vendeu mais de 15 milhões de cópias, sendo 4 milhões apenas na Alemanha. Foi ainda traduzido para 45 idiomas. Nem vale a pena entrar no mérito da qualidade da adptação, tal discussão será eterna, e sendo duas maneiras distintas de contar história, penso que tal discussão é mesmo irrelevante.
Perfume conta a história de Jean-Baptiste Grenouille (Ben Whishaw), uma criança que nasceu em Páris no ano de 1738, desde o primeiro segundo de sua vida deparou-se com o desprezo, o descaso e a maldade humana, Jean veio a vida em um mercado de peixe, em meio a restos de comida, viceras e muito lixo. Desde o início de sua vida Jean fora obrigado a lutar por sua sobrevivência, segundos depois de seu nascimento sua mãe o abandonou da mesma maneira que o fizera com outros cinco filhos. Percebido em meio a podridão das ruas de Paris, Jean é levado a um orfanato onde depois é vendido a uma fabrica de curtume, deparando-se sempre com a indiferença e o preconceito das pessoas. Porém, Jean-Baptiste Grenouille era dono de um dom sobrenatural, possuía um super-olfato, que o guiava e o protegia dos seus difceis dias de vida.
Mais tarde com um vocabulário e um conhecimento rudimentar das coisas Jean torna-se aprendiz na perfumaria de Giuseppe Baldini (Dustin Hoffman), logo o dom de Grenouille mostra-se uma obsessão por conhecer e extrair todos os odores das coisas, até mesmo do vidro ou do ferro. Com o tempo Jean supera seu mestre e sua ambição toma caminhos ainda maiores, como a busca por manter o odor das coisas por tempo permanente incluindo o odor de cada mulher. É nesse ponto que a personalidade e a obsessão de Jean o transformam em um assassino que não mede esforços para realizar seu sonho, uma espécie de perfume perfeito, absoluto, supremo.
Como já foi dito; é preciso estar de mente aberta para ver o longa, encarar imagens fortes e um desfecho todo subjetivo que possibilita diferentes interpretações. Por fim a atuação dos atores é concreta, verossímil e a recriação de Páris do século 17 simplesmente bárbara. Tom Tykwer soube trabalhar com os sentidos e não só o olfato que quase conseguimos sentir mas toda a inquietação do ser humano.

Ygor MF

Tom Tykwer
Nome Completo: Tom Tykwer
Natural de: Wuppertal, Alemanha
Nascimento: 23 de Maio de 1965

Filmografia
2006 - Perfume - A história de um assassino (Perfume: The story of a murderer)2006 - Paris, eu te amo (Paris, je t'aime)2004 - True (curta-metragem)2002 - Paraíso (Heaven)2000 - A princesa e o guerreiro (Der krieger und die kaiserin)1998 - Corra, Lola, corra (Lola rennt)1997 - Wintersleepers - Inverno quente (Winterschläfer)1993 - Die tödliche Maria1992 - Epilog (curta-metragem)1990 - Because (curta-metragem)

Ficha Técnica
Título Original: Perfume: The Story of a Murderer
Tempo de Duração: 147 minutos
Ano de Lançamento (Alemanha / Espanha / França): 2006
Direção: Tom Tykwer
Roteiro: Andrew Birkin, Tom Tykwer e Bernd Eichinger, baseado em livro de Patrick Süskind
Elenco:
Ben Whishaw (Jean-Baptiste Grenouille)
Alvaro Roque (Jean-Baptiste Grenouille - 5 anos)
Franck Lefeuvre (Jean-Baptiste Grenouille - 12 anos)
Birgit Minichmayr (Mãe de Jean-Baptiste)
Sian Thomas (Madame Gaillard)
Michael Smiley (Porter)
Perry Millward (Marcel)
Sam Douglas (Grimal)
Jaume Montané (Pélissier)
Timoth Davies(Chenier)
Dustin Hoffman (Giuseppe Baldini)
Rachel Hurd-Wood (Laura Richis)
Ramón Pujol (Lucien)
Alan Rickman (Antoine Richis)


You may also like

Postar um comentário