/
5 Comments

Os Indomáveis

O filme “O Assassinato de Jesse James pelo covarde Robert Ford” que conta a história do lendário personagem do velho oeste, não pode ser considerado um Western apesar do contexto em que está inserido. Esta mais para um drama, lento e por assim dizer bem diferente do que se espera de um filme do gênero. Já o vencedor do Oscar “Onde os fracos não tem vez”, que se passa em tempos mais atuais, tendo como personagens policiais, assassinos profissionais, traficantes mexicanos, cavalos são substituídos por Pick´ups, já foi classificado pela crítica como o filme que decreta o fim dos Westerns, a demonstração da impossibilidade moral do gênero.


Contrapondo-se a temáticas que ás vezes superam os próprios filmes, o filme “Os Indomáveis” do diretor James Mangold, estrelado por Russell Crowe, Christian Bale e Peter Fonda, é, em sua excelência um filme de Western, não preocupando-se com o os clichês presentes na produção, que vão desde as músicas, personagens e a história propriamente dita. O filme protege-se em sua proposta inicial, que é a pura missão de ser um filme com mocinhos, bandidos, tiroteios, longas cavalgadas e grandes e lindos cenários. Sem grandes pretensões o longa cumpre com tais expectativas, não responde nem lança discussões sobre o plano cinematográfico, não faz intersecções entre gêneros, e não inova, não revoluciona os preceitos da sétima arte. Porém vale-se de uma boa execução.


Para contar a história de Dan Evans (Christian Bale) um rancheiro que por ter sérios problemas financeiros, decide integrar um grupo com a missão de levar Ben Wade (Russel Crowe), um famoso ladrão de bancos, até uma cidade distante onde um trem o espera para levá-lo a prisão de Yuma. O diretor não foge aos clichês do gênero, e os utiliza de uma maneira honesta, que ameniza e os torna mais discretos. Longe de pretensões nocivas e oportunistas.
Os conflitos e papéis estão claros e esquematizados, porém não há uma formula aplicada para dar certo, ou pior, uma receita cegamente seguida, existe sim todo um trabalho de direção roteiro e um ótimo elenco que conquistam uma perfeita execução de suas respectivas funções.


A trama caminha em direção ao ápice, durante a viagem que Dan Evans faz em busca da recompensa, que irá salvar sua família da desgraça financeira por que passam. No entanto, a missão de Dan, enfrentará diversas dificuldades. Seja por transportar um sujeito de alta periculosidade ou por defender-se do interesse de outros grupos, antigos inimigos de Ben Wade ou mesmo o seu próprio bando de homens fiéis e sanguinários, que farão qualquer coisa para resgatar seu líder.


Como se não bastassem tais dificuldades, Dan, um desertor do exército, enfrentará conflitos internos, que o farão questionar-se quanto a ser um pai de família, responsável e capaz de suprir as necessidades de seus filhos e esposa. Junto a isso, a convivência com Ben Wade, o faz ainda mais confuso quanto aos seus valores morais, principalmente quando começa a perceber que Wade, mesmo sendo um criminoso convicto, possuí um lado humano sensato e repleto de valores que por assim dizer, dificultará suas escolhas dali para frente.

Ygor MF

Ficha Técnica:
Título Original: 3:10 to Yuma
Tempo de Duração: 117 minutos
Ano de Lançamento (EUA): 2007
Direção: James Mangold
Roteiro: Halsted Welles, Michael Brandt e Derek Haas, baseado em estória de Elmore Leonard Fotografia: Phedon Papamichael
Elenco:
Russell Crowe (Ben Wade)
Christian Bale (Dan Evans)
Logan Lerman (William Evans)
Dallas Roberts (Grayson Butterfield)
Ben Foster (Charlie Prince)
Peter Fonda (Byron McElroy)
Vinessa Shaw (Emmy Nelson)
Benjamin Petry (Mark Evans)
Luke Wilson (Zeke)


You may also like

Postar um comentário