/
10 Comments

Coraline

Com direção e roteiro de Henry Selick, diretor de “O Estranho Mundo de Jack”, o longa “Coraline” adaptado do romance de Neil Gaiman encontra na linguagem cinematográfica, espaço e profundidade que acompanha o rico universo do escritor.

Entediada em sua nova casa, Caroline Jones (Dakota Fanning) busca algo que a entretenha já que seus pais sempre ocupados com o trabalho lhe permanecem distantes e afetivamente ausentes. Em uma de suas buscas por diversão conhece o excêntrico garoto Wybie Lovat, personagem criado exclusivamente para o filme, mas que terá grande importância para história. Apesar de sua estranha aparência Wybie possui a melhor das intenções, ser amigo, pensando nisso presenteia Coraline com um estranho souvenir, uma boneca de pano com a mesma aparência física da menina.

Certa noite enquanto dorme ao lado de sua miniatura, Coraline desperta de repente, percorrendo sua casa com a qual não está totalmente habituada, encontra uma pequena porta que lhe abrirá caminho para um outro mundo, uma realidade paralela a sua, porém, um lugar onde todas as cores são mais vivas, seus pais extremamente atenciosos e felizes. Mas nem tudo são flores, o que num primeiro momento pode lhe parecer a realização de seus desejos, na verdade esconde segredos e perigos cuja a garota jamais poderia imaginar.

Essa é a história de “Coraline e o Mundo Secreto” longa de animação criado em stop-motion acrescido de diversos efeitos especiais. A riqueza dos detalhes parece não ter limites, personagens, cenários e figurino, pensados e construídos com extremo cuidado. A concepção artística de Coraline teve como inspiração as ilustrações do japonês Tadahiro Uesugi, os traços e as cores usadas pelo artista foram influências bastante presentes nos estudos e no material final.

A evolução da história foi acompanhada de perto e aprovada por Neil Gaiman, desde a inclusão de um personagem novo até as pequenas mudanças pelas quais uma adaptação precisa passar. Nesse ponto vale a ressalva que se tratando de adaptações cinematográficas, cabe ao grande público se desarmar de grandes expectativas para ver na tela todas as palavras representadas. Tal lembrete pode se estender a todas as adaptações literárias para o cinema, já que, são veículos e formas diferentes de contar uma mesma história, aja vista que nem tamanha tecnologia disponível pode transportar o universo literário que utiliza entre outras coisas da subjetividade de cada leitor, para o universo cinematográfico. Se muito embora ambos possam convergir em vários momentos, é pelas diferenças e limites de cada um que precisam ser ADAPTADOS...

Com a voz de Dakota Fanning no papel principal, Coraline surpreende e deslumbra pela perfeita união entre conteúdo e execução. São 101 minutos de imagens instigantes e de rara beleza, um frescor e um imã para os olhos, ainda que estes sejam de botões...

Ygor MF

Ficha Técnica:

Título Original: Coraline

Tempo de Duração: 101 minutos

Ano de Lançamento (EUA): 2009

Site Oficial: http://www.coralineofilme.com.br/

Estúdio: Laika Entertainment / Pandemonium

Direção: Henry Selick

Roteiro: Henry Selick, baseado em livro de Neil Gaiman

Efeitos Especiais: Gentle Giant Studios

Elenco:

(Vozes)Dakota Fanning (Coraline Jones)

Teri Hatcher (Mãe / Outra Mãe)

Jennifer Saunders (Srta. Spink)

Dawn French (Srta. Forcible)

Keith David (Gato)

John Hodgman (Pai / Outro Pai)

Robert Bailey Jr. (Wybie Lovat)

Ian McShane (Sr. Bobinsky)

Carolyn Crawford (Avó de Wybie)



You may also like

Postar um comentário